Sobre

"É uma casa muito engraçada
Não tem teto, não tem nada
Pode não ser amarela, pode até não ter a casa
Mas tem que ter gente
Que goste de gente
Com o coração sofrido, seguiremos em frente!
Para trocar, para cuidar
Ah o amor! Esse não pode faltar!"

Nosso trabalho começou a ser idealizado há cerca de sete anos atrás quando sentimos a necessidade em transformar nossa dor em amor. As ações da casa amarela são planejadas e executadas gratuitamente por uma equipe de voluntários.

Envolvidos em afeto, cuidado e música, apresentamos abaixo os dois projetos em andamento.

Contato